Lúpulo is the new orégano? – Boca no Mundo
Home » Bebida » Lúpulo is the new orégano?
17 de janeiro de 2018

Lúpulo is the new orégano?

Pela cara com que deixam o forno, há certamente muito amor envolvido na criação da pizzas que, ao deixar ‘estalando’ a brasa de lenha em sabores variados, recebem toque fresco de lúpulos de Yakima Valley.

Porque é ali mesmo, no vilarejo de Donald (que nome, hein?) que funciona a Hoptown Pizza, na região que é uma das maiores produtoras no mundo do tempero verde, amargo e aromático das cervejas, no sul do estado norte-americano de Washington.

Há saliva na boca só de imaginar o toque de aromas cítricos sublinhando as ervas e condimentos, perfumando legumes e levando o toque de Midas do amargor aos embutidos e carnes bem tratados pelas sorridentes senhoras donas do negócio: Lori Roy e Carrie Wright, filhas de fazendeiros e plantadores de lúpulos.

Suas pizzas de bordas generosas e aspecto rústico anunciam “a little dab of Cascade hops”, o tempero local. Conexão direta com a história recente da cerveja artesanal nos EUA, a tal ‘revolução’ que ecoa nos quatro cantos do mundo.

Cascade

Foi no fim dos anos 1970, e na alvorada dos 80 que cervejeiros da costa oeste dos EUA resolveram apostar nas variedades locais de lúpulo para obter a identidade de uma nova produção artesanal, criando o DNA do que é hoje uma das escolas cervejeiras reconhecidas no planeta – a única nas américas.

E o lúpulo Cascade, por assim dizer, foi a pedra fundamental. Cruzamento do inglês Fuggle com variedade selvagem americana, trouxe quase o dobro de compostos aromáticos de seu pai britânico: o conhecido buquê cítrico que remete a grapefruit, com notas de cassis e folhas (agulhas) de pinheiro. Foi um dos lúpulos na base das novas ‘pale ales’ que puxaram, a partir da Califórnia, o bonde ruidoso das ‘craft beers’ na América do Norte.

Pergunte ao Pó 

A julgar pelas fotos no Instagram, apesar de poder contar com os cones frescos de lúpulo – no Brasil, ainda uma utopia -, a Hoptown opta pelos ‘pellets’ – as flores moídas e prensadas -, provavelmente pelo formato que se desfaz em pó, adequado ao tempero das pizzas.

Estou na contagem regressiva aqui em casa para experiências na cozinha, com algumas IPAs devidamente postadas na geladeira. Não está descartada a ideia de pedir uma boa pizza e temperar em casa. Vou de Cascade para começar.

 




Nossa Casa

 

Se você não faz fotossíntese, veio ao lugar certo.

 

Boca no Mundo é o blog do jornalista Pedro Landim.

 

Um lugar para quem adora comer, beber, cozinhar, e falar de comida.

 

Sejam muito bem-vindos.